TTIP regressa à agenda

SSV O Relatório com as recomendações do Parlamento Europeu sobre o TTIP regressa à agenda de trabalhos do plenário de Estrasburgo, depois de na sessão plenária de Junho ter sido adiado, como na altura noticiou o Esquerda.net

Perante mais de 150 propostas de alteração apresentadas, que, a serem aprovadas, colocariam em causa várias das bandeiras dos defensores da pareceria transatlântica, como por exemplo o ISDS, Martin Schulz, Presidente do Parlamento Europeu, adiou o debate e a votação, remetendo para a comissão parlamentar responsável – a Comissão Parlamentar do Comércio Internacional (INTA), a decisão sobre a admissibilidade das propostas.

Na segunda-feira, 29 de Junho, a INTA votou e confirmou por larga maioria de votos a admissibilidade de todas as propostas de alteração, tornando ainda mais evidente como tudo não passou de uma manobra desesperada.

Uma das principais linhas vermelhas do Parlamento Europeu será a inclusão ou não de um mecanismo de resolução de litígios entre investidores e os Estados com recurso à arbitragem privada em detrimento dos tribunais, o chamado ISDS.

Marisa Matias é co-autora de mais de 60 propostas de alteração, que podem ser consultadas aqui e aqui (clicar)

O Relatório com as recomendações do Parlamento Europeu que estará em debate pode ser consultado aqui (clicar).

O debate em plenário terá lugar na terça-feira, 7 de Julho, durante a manhã e a votação será no dia seguinte, 8 de Julho. O debate, tal como todas sessões plenárias, pode ser seguido online através da página web do Parlamento Europeu

IMG_0259