Sobre o “acordo” grego: e as razões pelas quais não corri a tirar o tapete ao Syriza

FullSizeRenderMuito se disse sobre o suposto “acordo” grego. A reunião de hoje do Eurogrupo trouxe a lume muitos dados absolutamente imprescindíveis para perceber este mosaico. Desde a suposta recusa alemã em reestruturar a dívida, passando pelo “medo” filandês de ver cair o seu governo, até à proposta inenarrável de deixar os gregos aplicarem o programa durante uma semana e depois logo se via… Enfim, uma coisa ficou evidente: o plano do Grexit esteve sempre dentro do Eurogrupo e não foi pela mão da Grécia.

Vamos, então, ao programa proposto ontem pelo governo grego e às razões pelas quais eu não corri a tirar o tapete ao Syriza. Há ou não há diferenças entre a proposta de Juncker e a proposta apresentada pelo governo grego? Há e não são pequenas. Ambas contêm austeridade, isso é claro, mas não é novo. Agora, fazer desta nova proposta um episódio de capitulação é, no mínimo, pouco sério.  Continuar a ler

Tsipras responde: temos propostas.

“Sófocles, com “Antígona” ensinou-nos que há uma lei imperiosa que prevalece sobre as regras vigentes. Essa lei imperiosa é a justiça entre os seres humanos. E essa regra continua válida”

Alexis Tsipras, durante a intervenção final no Parlamento Europeu, em Estrasburgo (2015.07.08)

Alexis Tsipras no plenário de Estrasburgo

“A escolha corajosa do povo grego não é uma escolha de ruptura com a Europa, mas uma opção de voltar aos valores que estão na base da unificação europeia: os valores da democracia, da solidariedade, do respeito recíproco e da igualdade.”

        Alexis Tsipras, dirigindo-se ao plenário do Parlamento Europeu, em Estrasburgo (2015.07.08)

 

Ler mais no Esquerda.net

Alexis Tsipras no Parlamento Europeu

Amanhã, 8 de Julho de 2015, Alexis Tsipras estará no Parlamento Europeu para participar no debate sobre as conclusões da reunião extraordinária dos chefes de Estado e de governo da zona euro, que se realiza hoje em Bruxelas, e sobre a situação actual da Grécia. O debate terá início às 8h30 (hora de Lisboa) e pode ser seguido em directo no EP Live e no EbS+.

10922584_10153580780253054_1371757148306224921_o